Ad

Francisco Raymundo, presidente da Associação dos Registradores Imobiliários de São Paulo, recebeu o presidente da Uvesp, Sebastião Misiara e a diretora de comunicação, Silva Melo, na sede da Arisp.

Francisco explicou que o sistema de estrutura ARISP congrega 316 Oficiais de Registro de Imóveis do Estado de São Paulo ao mesmo tempo em que disponibiliza acesso para outros 10 estados da Federação, permitindo a utilização das plataformas e ferramentas eletrônicas para mais de 1.800 cartórios de Registro de Imóveis do Brasil.

“Podemos contribuir para o desenvolvimento do Estado de São Paulo, principalmente em parceria com os Poderes Constituídos”, afirmou o presidente.

Ele lembrou que o setor imobiliário representa uma dimensão importantíssima da economia nacional, com grande capacidade de geração de emprego formal e renda. “É o que o Brasil precisa para voltar a ser um país de crescimento sustentável que traduza em felicidade para sua gente.

Por outro lado, o presidente Francisco, chamou a atenção para um bom número de moradias têm irregularidades dominiais, o que se revolve, segundo ele com o apoio das autoridades e compreensão da sociedade.

“É importante uma ação para regularização fundiária, que além de assegurar o direito à moradia adequada, permite que parte expressiva da cidade ilegal seja  integrada à cidade legal, garantindo maior valor de mercado”, propôs.

Ad
Ad